13 de nov de 2013

[RESENHA] As Vantagens de Ser Invisível - Stephen Chbosky

Tenho que confessar que essa resenha não será fácil de fazer! Primeiramente, esse não é o tipo de livro que eu gosto, mas mesmo assim eu gostei.

(Re)Lembrando: resenha é uma abordagem que se propõe a construção de relações entre as propriedades de um objeto analisado, descrevendo-o e enumerando aspectos considerados relevantes sobre ele. Pode ser texto de origem opinativa e, portanto, reúne comentários de origem pessoal e julgamentos do resenhador sobre o valor do que é analisado. Fonte: Wikipédia

O livro As vantagens de ser invisível é um romance epistolar, ou seja o livro é feito por nada mais do que cartas. Essas "cartas" são direcionadas à uma pessoa anônima, e foram escritas pelo Charlie, que está para entrar no Ensino Médio (estadunidense). Podemos dizer que Charlie tem uma vida conturbada. Seu único bom amigo Michael matou-se, e sua tia Helen, em quem ele confiava, sofreu um acidente de carro anos atrás. Charlie não se sente na liberdade de confiar nos pais, nos irmãos ou em outros colegas de escola. E essa é a questão: o livro basicamente apresenta o ano de Charlie, problemas de inclusão, sexualidade, drogas e outros tantos problemas da adolescência.

Charlie consegue fazer amizade com duas pessoas mais velhas, Patrick e Sam. O garoto das cartas desenvolve um amor muito grande por Sam, outro problema! Ah, e Charlie tem um professor muito legal que empresta livros para ele ler e fazer trabalhos...e esse professor (Bill) gosta muito de Charlie e acha-o especial. Não vou citar todos os personagens aqui, não quero te tirar o prazer que você vai sentir lendo As vantagens de ser invisível. Recomendo! Marquei com 4 estrelas no Skoob pelo que já falei: não é meu tipo de livro, e no início a leitura pode ficar enjoativa, mas a partir de certa parte você "engaja" na leitura e não pára mais de ler!

Nome: As Vantagens de Ser Invisível
Autor: Stephen Chbosky
Editora: Rocco (Jovens Leitores)

Páginas: 224
Nota: 4/5

Curiosidade
O livro foi banido de algumas escolas públicas dos Estados Unidos por causa do seu conteúdo polêmico. O autor levou cinco anos para escrevê-lo, e foi sua primeira publicação literária. Chbosky inspirou-se em sua própria adolescência para criar personagens curiosos e, algumas vezes, inusitados.

4 comentários:

  1. Eu adorei esse livro! A história é muito boa e os personagens são super cativantes (:

    bjs,
    Samira
    http://spoiledonbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Samuel! Depois de todo o auê que esse livro provocou na blogosfera literária, é impossível não ter curiosidade para ler! Acho essa capa do filme a coisa mais linda ever <3 E adorei sua resenha!
    Nossa, não sabia que o livro tinha sido banido! Caramba!

    Mil beijinhos! www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  3. Vejo sempre fotos do filme, mas ainda não sabia ao certo o assunto.
    Fiquei sabendo agora rs.
    Gostei da proposta do livro ter sido escrito em cartas, o que deve ter dado um trabalhão rs.
    (li um livro uma vez composto por recados deixados na porta da geladeira que serviam de comunicação entre uma e a filha rs)
    Gostei muito da resenha e fiquei MUITO curiosa pra ler o livro. (eu gosto de polêmicas rs)
    http://www.viciodiario.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Samuel,
    gosto muito de romances epistolares, por isso estou pensando em ler esse livro. Deixou-me bastante interessada saber que apesar de não sr o que vc gosta, ele agradou-lhe. Espero que me agrade também. O filme me emocionou muito. Beijos! Seguindo e curtindo seu blog. Gostei muito!
    www.viagensinterliterariasalua.blogspot.com.br
    www.literaturaesquizofrenica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Comente! Comentar é uma ótima forma de incentivar os autores do blog a continuar escrevendo. É simples e rápido! Se você não tiver uma conta do Google selecione "Nome/URL" e coloque seu nome para sabermos quem você é :)